Observações de um caderno de notas

Quando mudas de trabalho tudo parece ser perfeito. Deixas cair atrás de ti um histórico pesado de responsabilidades que foste assumindo ao longo do tempo e que, apesar de já estares noutras funções há muito tempo, continuas a ter que gerir. Começas do zero. Como quando acabas um caderno de notas todo preenchido e compras um novo imaculado. Começas com todo o cuidado. Toda a atenção ao detalhe como quem acha que vai ser sempre assim e que vai conseguir manter este controlo sobre as suas notas. No fundo sabe que no final do caderno vai voltar ao mesmo. Vais estar novamente cheio de gatafunhos e em algumas páginas tem inclusivamente marcas do copo de café. Mas abrir um caderno novo, respirar aquele cheiro a papel e manter a simetria nas notas faz-nos sentir que estamos no auge da vida (da vida de tirar notas salvo seja). Por vezes sentimos falta desta adrenalina. De ter algo de novo na vida. Alguns deitam o caderno fora. Alguns esperam que acabe para comprar outro. Outros simplesmente escrevem em todos os espaços em branco que cada página tem para não deixarem acabar o que construíram com tanto empenho e dedicação.

71bAqBAiaRL._SX355_.jpg

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s